Ihre Browserversion ist veraltet. Wir empfehlen, Ihren Browser auf die neueste Version zu aktualisieren.

Procura ajuda - Vai procurar ajuda

Tu não es culpado!

Da igual qual forma de abuso ou violência sofres-te , igual o dificil e duro que é : a culpa não é tua, em todas as formas de abuso e de violência os unicos culpados são as pessoas que os praticam.

Tu não estas sozinho!

Em 10% das familias suiças existem violências fisicas. 3000 a 4000 de adolescentes menores de idade são por ano victimas de abusos sexuais. Quantos não ha de crianças e jovens que durante a escola, nos tempos livres e etc são victimas de violência fisica, psiquica ou sexual? De toda a forma ha muitos e em todo o tipo de sociedade e classe social. Tu não estas só nesse tipo de sofrimento.

Podes acabar com o teu silêncio e falar dos segredos desagradaveis!

O silêncio das victimas é a melhor proteção dos criminosos. Muitas vezes os malfeitores convencem as victimas a guardar esse "segredo-comum" entre eles. O medo de denuncia-los e que não sejam acreditados é muito grande.
Isto diz-te respeito? Então é importante que saibas que é possivel acabar com os abusos e violências contra ti e contra outras crianças e adolescentes. É importante que fales, que contes o que aconteceu para poder haver provas e acabar com os crimes.
Se já contas-te e não foste escutado ou foste desacreditado? Tenta e retenta outra vez!
Muitas dessas victimas têm que contar muitas vezes o vivido ou presenciado até que encontrem alguém que os ajude. Se isso acontece contigo não desistas tenta e tenta até conseguires ajuda.
Aonde acreditam em ti e recebes ajuda!
Confia num adulto, num amigo ou numa amiga ou vai directamente ao centro de conselharia. Essas pessoas entendem os teus receios e as tuas preocupações, aconcelham-te e podem ajudar-te a encontrar soluções. Informações sobre consultorios de conselharia encontras na lista telefoninca ou aqui em endereços.
Tu tens o direito de receber e de procurar ajuda!
Não te envergonhes se em estado de urgência teres de contar a uma pessoa adulta na rua, nos transportes publicos a um professor ou outras pessoas. Tu tens o direito a pedir, a revendicar ajuda e pedir conselho indiferente de como pode ter sido dificil e traumatizante o que sofris-te.