Ihre Browserversion ist veraltet. Wir empfehlen, Ihren Browser auf die neueste Version zu aktualisieren.

      Hol dir Hilfe!

       Cherches de l’aide!

             Chiedi aiuto!

           ¡Pide ayuda!

     Procura ajuda!

 Yardim Íste!

          Kërko ndhimë!

      Kérj segítséget!

      Get yourself some help!

 

Abuso e violência

Em abuso de criança é questão se os seus direitos a dignidade são ameaçados ou limitados. No caso em que sente alguma forma de abuso ou violência seja ela como for.

Se vires as tuas necessidades fundamentais como a alimentação, o vestuario, alojamento, cuidados medicos, e etc serem-te recusados.
Se fores marginalizado em razão da tua origem, da tua cultura, estado social ou estado de saúde .
Se sentires pouco ou nenhum calor humano, pouca ou nenhuma proteção ou vigilância.
O teu desenvolvimento pessoal, intelectual ou emocional seja descuidado ou impedido.
Tenhas pouco ou nenhum tempo de recreação, tempo para brincar e tempo de partilhar com outras crianças e jovens da tua idade.
Tentam controlar-te com dinheiro.
Em caso de separação dos pais e de desentendimento das duas partes tentam convencer-te a tomar partido de um deles e és usado como pressão na questão de dinheiro.
Se fores convidado a actividades violêntas, militantes ou criminosas.
Sejas oferto para actos de sexualide.
Se fores obrigado a mendigar ou a trabalhar.

Vives violência fisica

És golpeado, batido, abafado, sofucado, queimado, arrebunhado, pisado, arrepelado, e etc
Ameaçado com armas ou objectos.
Puxam-te e/ou torcem-te o braço.

Vives violência psíquica - perturbação moral conhecido por mobbing é também violência psíquica!

Vives violência com as tuas relações, a tua reputação esta em causa e ha difamação contra ti.
Os teus bens são destruidos, ha violência contra os teus amigos, familiares ou animais.
Estas a ser perseguido, espiado, incomodado, ou sentes qualquer forma de opressão ou pressão.
Correm informações sobre ti, fotos eroticas ou cenas contigo na casa de banho, na internet, ou por telemovel. Nota: Não apagues senão perdes as provas.
És tratado como um criado és comandado e nunca tens direito a palavra.
És repreêndido, chantageado, humilhado, despreciado, e dado por maluco.
És considerado como propriedade, estás sempre a ser controlado naquilo que fazes ou com quem falas. O contacto com os teus amigos ou familiares é-te impedido ou recusado.
Fazem-te medo com olhares, gestos, acções, objectos e armas (as facas e navalhas também são armas)
És rejeitado ou é exigido de ti comportamentos que não estas de acordo.
Assistes a actos de violência, a actos de abuso cometidos por outros e que ao final te dão a culpa a ti.
Ameaçam-te com frases do tipo: Não iras para o céu mas sim pro inferno; Deus vai-te castigar; De ti não saira nada de bom; Nunca deverias ter nascido; Vais apanhar porrada ou vou-te encerrar ou prender; Vou-te mandar para um lar ou um asilo; Vou-te deixar; Vou-me matar.
Em caso de separação dos pais tomam-te a ti como meio de pressão entre os dois que seja questões de dinheiro ou emocionais ou tentam que tomes partido de um dos lado fazendo de ti de uma certa maneira um aliado.

Vives abusos sexuais (agressão, violência sexual ou exploração sexual)

Por exemplo:
Frases ou expreções de forma sexual ou olhares indiscretos na escola, em familia, na internet, nos transportes publicos, nas discotecas etc.
Sentes-te observado quando estas na casa de banho, no chuveiro ou nos vestuários.
Recebes telefonemas aonde escutas gemidos, sons ou palavras de ordem sexual.
Recebes correio electronico com fotos, filmes ou jogos pornograficos.
Adultos ou jovens mais velhos que tu tentam convencer-te a que te dispas ou te deixes fotografar com promessas, com presentes ou com frases do tipo: "mas todos fazem isso"
Adultos ou jovens mais velhos que tu dão-se em espectáculo diante de ti, tocando-se nas partes sexuais, deixam ou querem a tua presença durante um acto sexual, mostram-te fotos ou filmes pornofraficos e quando se tocam exigem ou pedem-te que te toques ou que os toques a eles ou somente que participes.

"Delinquentes sexuais ha-os em todos os tipo de cultura e em todas as camadas das classes sociais. São quase sempre do meio familiar, escolar, do meio desportivo ou tempos livres, da religião, do meio medico ou meio activo-social. As victimas "crianças e adolescentes " consideram quase sempre no inicio essas pessoas como boas, como protectoras, pessoas que os entendem e em quem podem contar, sentem-se apoiados e forma-se um relação de confiança. Muitas das vezes é com esse estado de confiança que começam os abusos. As victimas sentem-se traidas e humilhadas e são frequentemente forçadas ao silêncio."
O abuso da criança pode ter
consequênciasa curto prazo como também a vida inteira.

Fos-te ou és victima de abusos, agressões ou violência sexual?
Tens os 10 direitos da convenção dos
direitos da criança da ONU e tens o direito a procurar ajuda.
Presencias-te ou sabes de algum abuso ou agressão sexual numa criança/jovem?
Então tu também tens que
ajudar ou pedir ajuda.top